Como se defender de micoses

Como se defender de micoses

As micoses são provocadas por fungos podem causar infecções incômodas e resistentes na pele por todo o corpo, inclusive nas unhas. Veja neste artigo como se defender de micoses.

Infelizmente todas nós podemos ser vítimas dos destes terríveis fungos que causam micoses, especialmente no verão, quando os dias são mais quentes. E a micose de unha, o unheiro, é uns dos mais comuns.

Veja também: O que é micose de unha e como tratar

Os profissionais da área da saúde classificam as infecções por meio de fungos em superficiais ou profundas. As superficiais são endêmicas, ocorrem quando as condições ambientais (calor, umidade, pouca luz e presença de matéria orgânica) favorecem o crescimento de fungos.

Já, no caso das micoses profundas, também chamadas de oportunistas, agridem pessoas que apresentam baixa defesa imunológica. É o caso de pessoas com câncer, portadores do vírus HIV ou aquelas que estejam internadas em UTI´s.

Más, aqui neste artigo vamos falar sobre as micoses superficiais.

Elas, que atingem pele e unhas, geralmente não trazem maiores riscos para a nossa saúde. Porém, isso não quer dizer que merecem especial atenção, já que comprometem a nossa qualidade de vida e nossa autoestima.

Como as micoses se apresentam e como fazer um diagnóstico certeiro e o tratamento correto

Em geral a micose começa como um problema estético que, de imediato, afeta a nossa autoestima e, consequentemente, nossa vida social.

É muito comum sentimentos coceira, iniciar um inflamação ou escamação da pele e deformação nas unhas. Se não for tratada adequadamente, pode ficar bastante incômoda e dolorosa.

Quando uma micose afetam os pés, por exemplo, é a porta de entrada para infecções bacterianas, o que agrava muito o quadro. É tanto desconforto que pode chegar a interferir no nosso modo de andar, causando problemas ortopédicos.

Pessoas com diabetes devem ter um cuidado especial, elas são particularmente suscetíveis a ferimentos e infecções graves.

Ao sentir os primeiros sintomas deve-se, de imediato, procurar um dermatologista para descartar a possibilidade de alergias e até de hanseníase. Ele, então, deverá colher material para exame micológico. Esta é a forma eficaz de identificar, com segurança, o tipo de fungo e prescrever o tratamento mais eficaz.

Automedicação deve ser evitada. Isso é desastroso, pois o fungo fica mais resistente, dificultando a cura.

Felizmente, alguns tipos de micose são tratados em poucos dias com o uso de cremes antifúngicos.

Entretanto, certos bichinhos destes, especialmente os que afetam as nossas unhas, são duros de derrubar. Eu tratei a minha micose de pé com a Base Unha, uma base que curou definitivamente a micose que por anos me incomodou. Se você quiser conhece-la, clique AQUI, e visite o site oficial dela.

Prevenção e como se defender de micoses

Ficar com o biquíni molhado o dia todo, ou mesmo não trocar de calcinha com frequência e andar descalça em praias ou piscinas são hábitos que fazem da nossa pele o paraíso dos fungos.

Nós, mulheres, sofremos com a candidíase na região da vagina. Por isso, após o banho devemos secar muito bem o corpo, principalmente nas dobras, nas regiões sob os seios, na virilha, entre os dedos e as unhas. Isso mesmo, unhas devem sempre estar secas e higienizadas.

Você sabia que alguns tipos de fungo habitam o nosso organismo sem maiores problemas?

No entanto, se eles se multiplicarem anormalmente, a coisa ficará complicada para o nosso lado. Isso ocorre, não só quando as condições do meio ambiente são inadequadas, más também se houver baixa resistência imunológica. Portanto, ter um estilo de vida saudável, que mantenha nossas defesas em alta, é uma a solução.

Em inúmeros casos de micoses de pele e unhas, o fungo é penetra em nosso organismo por meio do contato com o piso de um vestiário contaminado, com toalhas ou roupas de uma pessoa contaminada ou por meio de instrumentos de manicure não esterilizados.

Infelizmente a contaminação por fungos em salões de beleza ainda é muito frequente.

Eu, em especial, levo o meu próprio material de casa e não deixo retirar totalmente a cutícula, que protege as minhas unhas. É depois da unha feita, linda que sempre passo a Base Unha e depois o esmalte de minha preferência.

Se você acha que alguém precisa saber como se defender de micoses, compartilhe este artigo!

1 comentário

  1. Pingback: Onicomicose – Sintomas Causas e Tratamento - Lafaie.com.br

Gostou? Compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.