Legalizar o uso da maconha, sim ou não?

Legalizar o uso da maconha, sim ou não

Um assunto muito muito recorrente em vários momentos de minha vida, especialmente entre pessoas mais velhas, é a preocupação com o consumo de drogas entre os mais jovens. E sempre começam perguntando sobre legalizar o uso da maconha, sim ou não?

Essas pessoas mais velhas e com menos conhecimento sobre drogas parecem ignorar qualquer outro tipo de droga e mantém o foco sempre no uso da maconha. Como se ela fosse a única ou, ainda pior, a mais prejudicial. Eu acho que eles ignoram as demais drogas por medo até de menciona-las.

Conheça a Raiz Mágica dos Andes

Porque será que eles não mencionam que muitos usavam o famoso e terrível lança-perfume, o popular loló? Em alguns casos eu os lembro que quando eu era criança eu mesmo os via usando essa droga e eles rebatem que isso era normal. Ora, fumar maconha é anormal?

Outro dia mesmo estávamos almoçando na casa da minha mãe e lá estavam pessoas, de 18 a 70 anos de idade, e o papo entoado pelos mais coroas era que o uso de drogas (sempre falando sobre o uso da maconha) era algo terrível e abominável, que isso lhes preocupava sobremaneira.

Como ter fortes ereções com produtos naturais

Mais uma vez eu os perguntei sobre o uso do loló e, mais uma vez, uns fingiram não ouvir e outros disseram que isso era brincadeira dos jovens da época. Santa hipocrisia, né?

Não era só isso não, era consumo liberado de uma substância tóxica e altamente perigosa. Más, eles preferem ignorar essa informação.

Na outra ponta, a dos mais jovens, também já ouvi absurdos do tipo: Eu nunca vi ninguém morrer de overdose de maconha.

Eu também não, más já ouvi inúmeros relatos de jovens que morreram de overdose. Cuja porta de entrada para o mundo das drogas foi apenas um “fininho”.

Legalizar o uso da maconha, sim ou não

Bom, o que eu penso sobre Legalizar o uso da maconha, sim ou não? Eu não emito a minha opinião, mas gosto sempre de abrir um bom diálogo mostrando fatos sobre o assunto.

Antes, porém, devo confessar que se alguém me perguntar se já usei maconha darei a mesma resposta que deu o mala do Bill Clinton!

Brincadeira a parte, precisamos entender o que existe de experiência no mundo e depois devemos tentar fazer um paralelo com a realidade Brasileira. Más, confesso que eu não vejo o mundo com divisões culturais, sob o ponto de vista cósmico, por isso o que vale para um país, vale para o outro.

Os efeitos da cannabis. Eu mesmo nunca senti isso!!!;) Ou, se senti já me esqueci!

  • Pode causar confusão, ansiedade e paranoia;
  • Se fumada com tabaco, pode aumentar o risco de doenças como câncer de pulmão;
  • O uso regular tem sido associado a um risco maior de doenças psicóticas;
  • Usada em alguns lugares para tratar os efeitos colaterais da esclerose múltipla e câncer;
  • Testes em andamento analisam como ela pode ser usada para tratar outras doenças, incluindo epilepsia e HIV/ aids.

Fonte: NHS Choices

Legalizar o uso da maconha, sim ou não

Maconha, o que significa isso para o mundo capitalista?

Inúmeros países no mundo todo estão seguindo no sentido para, de alguma forma, legalizar o seu uso e outros correndo para recuperar o atraso.

Até em algumas partes da América Latina os governos querem que seus agricultores tenham acesso ao mercado da cannabis com finalidade medicinal (será que estão de olho somente nos efeitos terapêuticos da erva?). Ou será que é porque tem um potencial mercado lucrativo se desenvolvendo?

Governos vivem de quê? Impostos, ou você acha que os governantes estão de olho em quê?

Grandes corporações mundiais também estão babando por esse mercado bilionário. Por exemplo, a Altria, dona de marcas de cigarros, como a Marlboro, já investiu cerca US$ 1.860.000.000,00 (isso mesmo, Bilhão de dólares. Ou seja, bilhões de Reais) em uma empresa canadense de maconha.

E nos Estados Unidos? Eles mais que demonstram que é bem possível que o comércio medicinal possa facilmente transformar-se em vendas para fins recreativos. Você consegue imaginar o tamanho desse mercado?

Legalizar o uso da maconha, sim ou não

Más, como o assunto é tratado internamente, um obstáculo imediato é que a cannabis para fins recreativos não pode ser comercializada através de suas fronteiras. Isso porque os países só podem importar e exportar cannabis para fins medicinais por meio de um sistema de licenciamento fiscalizado pelo Conselho Internacional de Controle de Narcóticos.

Você sabia que produtores rurais de países como a Jamaica e o Marrocos produzem cannabis, mas não podem acessar mercados onde os produtores domésticos às vezes têm dificuldades para fornecer? A exemplo de como ocorreu no Canadá após a legalização?

Regras a serem desenvolvidas. Porém, não sou muito a favor de regras! Contudo, em mundos subdesenvolvidos isso ainda se faz necessário.

Embora haja alguns rumores de mudança dentro do sistema legal internacional, até agora isso parece distante. Os governos que querem avançar para a legalização enfrentam um desafio: seguir um curso entre a legalização descontrolada e a proibição rígida.

Legalizar o uso da maconha, sim ou não

Uma indústria mal regulada aliada a substâncias que alteram a mente não são uma combinação com a qual muitas sociedades se sentiriam confortáveis em conviver.

Mas, parece praticamente certo que mais países mudarão sua abordagem da cannabis nas próximas décadas.

Então, as regras domésticas e internacionais precisarão ser atualizadas. De qualquer forma eu gostaria muito de saber qual é a sua opinião. Legalizar o uso da maconha, sim ou não?

Eu ainda não tenho uma opinião formada, pelo menos no momento em que escrevo este texto eu não me lembro!😎

Mulher com a libido baixa pode sofrer com disfunções sexuais!

2 comentários

  1. Pingback: Polícia Federal “fabrica hacker”, insinua Jean Wyllys! - MuitoPrazer.Online

  2. Pingback: Por que os padres são proibidos de se casar? - ComPensar

Gostou? Compartilhe!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.